Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quinta-feira , 5 agosto 2021
Home / Destaque / Respondendo apelo do Papa, Paróquias de Votuporanga participam das 24 horas com Jesus

Powered by free wordpress themes

Respondendo apelo do Papa, Paróquias de Votuporanga participam das 24 horas com Jesus

Votuporanga – Respondendo ao apelo do Papa Francisco para toda Igreja, as Paróquias de Votuporanga  realizam nos próximos dias 24 e 25 de março as “24 horas para o Senhor”. A jornada de caráter penitencial terá início às 19h da sexta-feira (24) e terminará no sábado (25), às 19h. As Igrejas de Votuporanga ficarão abertas 24h para momentos de confissões, orações, adorações, palestras e reflexões. 

 

O Papa expressou o “desejo” de que este “momento privilegiado de graça” possa ser “vivido” em todas as dioceses e igrejas como um “encontro alegre com a misericórdia do Pai, que a todos acolhe e perdoa”.

 

O projeto ‘24 horas com o Senhor’ é uma proposta mundial criada pela Santa Sé, e coordenada pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, e tem este ano como lema ‘Eu quero misericórdia’.

 

A ideia passa pela promoção nas dioceses de momentos de oração e de confissão, de anúncio do Evangelho e de vigília, que ajudem a viver a Quaresma e sirvam de preparação para a Páscoa.

 

O Papa Francisco recordou que “a Quaresma chama à conversão e à penitência, indica o jejum, a oração e a esmola como via de transformação, e encoraja a um exame de consciência em ordem à admissão da culpa e à confissão dos pecados”.

 

“Como disse São João Paulo II, ela prepara-nos para chamar branco ao branco e negro ao negro, mal ao mal e bem ao bem, a chamar pecado ao pecado e não libertação ou progresso”, salientou. O Papa destacou “o amor fiel de Deus”, que ajuda as pessoas a superarem as suas dificuldades e a colocarem-se também ao serviço dos outros.

 

“Quem experimenta na própria vida o amor fiel de Deus e a sua consolação é capaz, ou melhor, tem a obrigação de estar próximo dos mais frágeis, assumindo as suas fragilidades”, sustentou.

 

“Deste modo tornamo-nos fortes, a fim de permanecermos próximos dos irmãos mais frágeis”, não numa atitude de “autossatisfação”, mas como “canais” de transmissão dos dons de Deus, como “semeadores” da sua “esperança”, completou.

 

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Poda drástica: Saev alerta moradores sobre prática considerada crime ambiental

A Saev Ambiental alerta a população sobre a poda excessiva ou drástica das árvores em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + doze =