Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quarta-feira , 20 janeiro 2021
Home / Votuporanga / Força-tarefa da Saúde Municipal percorre área rural para vacina contra febre amarela

Powered by free wordpress themes

Força-tarefa da Saúde Municipal percorre área rural para vacina contra febre amarela

Votuporanga –

Preocupada com o avanço iminente da febre amarela na região, a Prefeitura de Votuporanga por meio da Secretaria Municipal da Saúde traça estratégias para proteger a população. Desde o início deste ano, uma força-tarefa formada por profissionais de saúde intensifica a busca ativa, e entre janeiro e fevereiro, já imunizou cerca de 3 mil pessoas.

Nesta semana cinco equipes da Secretaria da Saúde percorrem as casas que estão localizadas no entorno do município, abrangendo trechos da zona rural. Em 2016, Votuporanga registrou três casos suspeitos que foram descartados após diagnóstico do exame sorológico. Além do trabalho de orientação contra o Aedes aegypti, a vacina contra a febre amarela é uma intervenção necessária que está sendo adotada pelo município.

A enfermeira responsável pelo setor de imunização, Danieli Fortilli, explica que além da busca ativa realizada pelas equipes de saúde na zona rural, as doses continuam sendo disponibilizadas nas unidades de saúde do município. “A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 100% da população contra a febre amarela e estamos empenhados em garantir a vacinação em todas as regiões da cidade e imediações”, conta Danieli.

As unidades permanecem abertas e em funcionamento de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h.

O esquema vacinal contra a febre amarela sofreu alterações. Antes era uma dose a cada 10 anos para os adultos. “A partir de agora, são aplicadas duas doses, sem a necessidade do reforço a cada 10 anos. Esta vacina faz parte do calendário de rotina de vacinas dos adultos, e também disponibilizada para os bebês por meio de três doses – aos seis meses de vida, nove meses, e aos quatro anos, a última dose”, esclarece a enfermeira.

Os principais sintomas da febre amarela são febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (pele e olhos amarelados) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e bexiga).

Observando esses sintomas, é importante procurar por atendimento médico em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA – 24 horas), Hospital “Fortunata Germana Pozzobon” ou na unidade de saúde mais próxima.

Combate e Prevenção

O Setor de Controle de Endemias e Zoonoses (Secez) toma as providências necessárias, como monitoramento, visitas de rotina, orientação, pulverização, mutirão a cada 15 dias, bem como o bloqueio de criadouros do mosquito Aedes aegypti, que além de transmitir a dengue, o zika e a febre do chikungunya, transmite ainda a febre amarela.

Além da vacina contra a febre amarela, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor. Recipientes como caixas dágua, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas, e se tornarão mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Outras medidas de prevenção são o uso de repelente de insetos e mosquiteiros.

Atenção

Caso o morador encontre algum macaco aparentemente adoentado, morto, ou já em estado de decomposição, não manter qualquer tipo de contato com o animal, e ligar imediatamente para a Vigilância Ambiental – 0800 770 9786.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Outubro Rosa: vida saudável diminui risco de câncer de mama

Você sabia que seu estilo de vida interfere na sua saúde e pode, inclusive, causar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + cinco =