Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

segunda-feira , 25 outubro 2021
Home / Destaque / ‘Uma vergonha, palhaçada’ diz Marcelo Coienca sobre preços de combustíveis em Votuporanga

Powered by free wordpress themes

‘Uma vergonha, palhaçada’ diz Marcelo Coienca sobre preços de combustíveis em Votuporanga

Votuporanga – Na sessão da Câmara desta segunda-feira (13), o vereador Marcelo Coienca, do PMDB, disparou duras críticas aos donos de postos de combustíveis em Votuporanga. Ele apresentou uma pesquisa feita com empresas de Votuporanga e outras da região que mostra que o preço da gasolina na cidade chega a ser 56 centavos mais caro.

Segundo Coienca, o preço da gasolina em postos de Simonsen, Ecatu e Tanabi está em R$3,33 o litro, enquanto em Votuporanga custa R$3,89. Já o etanol, R$2,39, enquanto Votuporanga vende a R$2,89. “Não podemos admitir que o nosso povo seja lesado. Quem trabalha no comércio sabe como é difícil. Os preços são iguais e caros em todo canto da cidade. É uma vergonha, palhaçada. Ou os donos de postos estão comprando mal já que perde para a nossa região. Por que aqui é tudo o mesmo preço? Levantamos por notas fiscais. O preço da gasolina que está R$3,89, abasteci ontem em uma empresa forte de Votuporanga”, afirmou o vereador.

Coienca terminou seu discurso dizendo que vai iniciar uma campanha em redes sociais convocando a população à reclamar da situação. Ele também afirmou que há “indícios de cartel” entre donos de postos de Votuporanga para combinar preços.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Votuporanga sedia 41ª Reunião do Fórum Permanente de Turismo da Região Turística Maravilhas do Rio Grande

O prefeito Jorge Seba, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Rose Seba; da …

Um comentário

  1. Claudio Waldecir Caldorin

    Vamos fazer uma campanha para abastecer os veículos de Votuporanga nos postos de Simonsem, Ecatu e Cosmorama. Ai quero ver se esse cartel de Votuporanga não acaba. Cadê Ministério Publico, Procon. Continuam inertes. Até quando??

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =