Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

terça-feira , 17 maio 2022
Home / Últimas Notícias / Policial que matou pitbull diz que atirar foi a única alternativa para salvar vítimas: ‘Não largava o braço do rapaz’

Powered by free wordpress themes

Policial que matou pitbull diz que atirar foi a única alternativa para salvar vítimas: ‘Não largava o braço do rapaz’

O policial militar que atirou em um pitbull que atacou três pessoas em Luiziânia (SP) afirmou que matar o animal foi a única alternativa que encontrou para salvar os moradores. O caso foi registrado nesta quarta-feira (16).

De acordo a Polícia Militar, o cachorro escapou do quintal de um imóvel e avançou em três homens, dois deles idosos, de 76 e 64 anos, e um adulto, de 49.

À TV TEM, o policial Wender Marson afirmou que estava de folga, quando percebeu a movimentação na rua, viu um dos moradores com uma barra de ferro e o cão mordendo o braço de um homem.

“Um vizinho desferiu alguns golpes contra o cachorro para tentar cessar a agressão, porém, ele não largou. Corri para dentro de casa, peguei minha arma e fui ao encontro da vítima e do cachorro. A gente tentou outros meios para o cachorro largar, mas ele não largou e infelizmente eu tive que usar a arma de fogo.”

“O cachorro não largava o braço do rapaz. Ele estava com os dois braços muito machucados, e infelizmente foi a única alternativa que eu encontrei para salvar a vítima.”

Vizinho usou barra de ferro para tentar cessar as agressões do animal — Foto: Reprodução/TV TEM

Um dos homens atacados pelo animal precisou ser socorrido com ferimentos leves e encaminhado para um hospital de Penápolis (SP). A vítima é o motorista de ambulância e vereador de Luiziânia, Israel Ribeiro Da Silva (MDB), conhecido como Balé.

Segundo a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada na delegacia como omissão de cautela do animal. O caso será investigado pela Polícia Civil e a tutora do cachorro pode responder criminalmente por deixá-lo escapar.

Fonte: G1

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Motorista acusado de atropelar 17 pessoas na frente de bar é condenado a 10 anos de prisão

O mecânico Paulo Alves da Silva, acusado de usar uma caminhonete para atropelar 17 pessoas que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

nove + vinte =