Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sexta-feira , 11 setembro 2020
Home / Destaque / Santa Casa comemora Dia Mundial da Sepse

Powered by free wordpress themes

Santa Casa comemora Dia Mundial da Sepse

Hábitos saudáveis como lavar as mãos, manter uma boa dieta alimentar e praticar exercícios são importantes para manter o organismo fortalecido e prevenir doenças inclusive a sepse, que pode afetar todo sistema imunológico e causar a morte.

No Dia Mundial da Sepse, comemorado no dia 13 de setembro, a Santa Casa de Votuporanga faz um alerta sobre a patologia que é a principal causa de mortes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), a frente do infarto e de alguns tipos de câncer.

A Instituição possui um protocolo de tratamento, em parceria com Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS). Há mais de um ano, investiu em medidas simples, aliadas ao envolvimento da gestão do Hospital, para garantir a identificação rápida e tratamento adequado.

A doença

Mas antes de falarmos sobre o protocolo, vamos explicar sobre a doença. A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção que pode vir a comprometer o funcionamento de vários órgãos do paciente, aumentando a chance de óbito. Esse quadro é conhecido como infecção generalizada, disfunção ou falência de múltiplos órgãos.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito com base na identificação do foco infeccioso e na presença de sinais de mau funcionamento de órgãos. Na medida em que se confirma a suspeita, os exames laboratoriais são coletados e o antibiótico é administrado o mais rapidamente possível.

O coordenador da rede de urgência e emergência, Dr. Chaudes Ferreira Júnior, destacou que o paciente que apresenta os sinais de alerta deve receber o tratamento em até uma hora após a identificação destes sintomas. “Ele tem prioridade de atendimento e receberá assistência específica imediatamente. São medidas simples, mas que fazem parte da rotina do Hospital, através de campanhas de sensibilização para aplicação dos protocolos”, disse.

Protocolo

A chave para o tratamento correto é a integração entre médicos e enfermeiros desde a entrada no pronto-socorro até a Unidade de Terapia Intensiva, com suporte dos serviços de apoio de exames laboratoriais e de imagem.

Todos os setores da Santa Casa utilizam o instrumento de triagem, para a detecção precoce do paciente séptico. A abertura do protocolo é realizada de comum acordo entre equipes médica e multiprofissional, principalmente a enfermagem, sempre que houver suspeita de foco infeccioso.

Em mais de um ano de protocolo, Dr. Chaudes analisou os avanços. “Os profissionais do Hospital estão mais conscientes de como a doença se manifesta com medidas de prevenção e detecção, contribuindo potencialmente para o cumprimento de protocolo e salvando vidas”, afirmou.

A sepse é uma das principais causas de óbitos nos hospitais do Brasil. Segundo o médico, o tempo é um fator preponderante. “A cada hora de atraso na administração do antibiótico, a mortalidade aumenta cerca de 8%. A administração precoce desta medicação reduz potencialmente a evolução para formas mais graves da doença”, revelou.

Prevenção

A sepse pode ser prevenida. Fique atento aos hábitos:

 – Lavar as mãos com água e sabão, com frequência;

– Não fumar;

– Manter a carteira de vacinação em dia;

– Procurar orientação médica ao sinal de febre;

– Evitar o hábito de levar a mão à boca ou ao nariz;

-Manter uma alimentação balanceada com legumes, frutas e verduras;

– Praticar atividades físicas.

 

Fonte: Santa Casa de Votuporanga

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Jovem expulsa de supermercado ganha indenização

Uma jovem de Votuporanga vai ser indenizada por uma rede de supermercados por ter sido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =