Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

terça-feira , 8 setembro 2020
Home / Últimas Notícias / Médica que foi picada por cobra em MT deixa UTI do Albert Einstein, diz irmã

Powered by free wordpress themes

Médica que foi picada por cobra em MT deixa UTI do Albert Einstein, diz irmã

A médica Dieynne Saugo, que foi picada por uma cobra da espécie jararaca quando tomava banho em uma cachoeira de Nobres, a 151 km de Cuiabá, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, na tarde desta segunda-feira (7).

Há alguns dias ela usou as suas redes sociais para pedir orações. O incidente aconteceu no dia 30 de agosto. Na noite de quinta (3), Dieynne foi transferida de avião para o hospital em São Paulo.

Na postagem, Nathalia, irmã de Dieynne, disse que “Deus é tão bom, mas tão bom, que ele não desampara seus filhos!! E ele está ouvindo cada oração…Acabamos de receber uma notícia MARAVILHOSA, a Dy ja foi liberada para sair da UTI e ir para o quarto, deixaram uma pessoa ir la ficar com ela, claro que com todos os cuidados possíveis, e também ela já parou de tomar o remédio forte que estava tomando para a coagulação, estão usando outros meios para controlar!! (SIC)”

Nathalia afirmou ainda na postagem que “Deus abençoou, e a nossa viagem até aqui não foi atoa, os exames da minha mãe e da minha irmã deram negativo graças a Deus. Deus é muito maravilhoso, MUITO obrigada pelas energias positivas, e pelas orações, por tudoooo, GRATIDÃO. Já já vamos estar assim de novo, juntinhas!! Vocês são TUDO para mim, AMO VOCÊS. (SIC)”

Segundo a família, neste sábado (5), Dieynne pediu para que a enfermeira fizesse uma ligação aos seus familiares. Durante a chamada de vídeo, ela escreveu ‘orem por mim, amo vocês’ em um papel e pediu para a família divulgar a mensagem para todos que torcem pela recuperação dela.

“Ela deu vários sorrisos, ciente de que essa tempestade está prestes a terminar. Quem conhece ou segue a Dy sabe a vontade que ela tem de viver. E, saibam, ela esta lutando e muito. Sou prova viva da luta dela”, disse a irmã, Nathalia Saugo, no Instagram.

Na sexta, Nathalia afirmou que a médica testou positivo para a Covid-19. “Ontem, foi feito um teste de Covid, logo quando chegou ao hospital. Para nossa infelicidade, o teste deu positivo”, disse.

Antes de ser levada para São Paulo, Dieynne estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Jardim Cuiabá.

família decidiu transferi-la para São Paulo porque o hospital em Cuiabá estava lotado por causa da pandemia do coronavírus, e os médicos especialistas estavam sobrecarregados.

Durante a semana, na unidade em Cuiabá, ela passou por transfusão de sangue. Também foi feita uma traqueostomia para que ela pudesse respirar melhor, pois 70% das vias aéreas estavam comprometidas.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Após demissões, funcionários da Embraer entram em greve

Em assembleia na tarde desta quinta-feira (3), funcionários da Embraer decidiram entrar em greve após …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 14 =