Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quinta-feira , 27 agosto 2020
Home / Últimas Notícias / Furto de energia pode levar à prisão do responsável

Powered by free wordpress themes

Furto de energia pode levar à prisão do responsável

Quem faz ligações clandestinas ou, como são chamados popularmente, “gatos” corre o risco de sofrer acidentes graves, muitas vezes fatais, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Um técnico da Elektro recebe horas de treinamentos específicos antes de atuar na rede elétrica. Há também o risco de causar um curto-circuito que atinja a rede, podendo provocar o desligamento e a queima de equipamentos e eletrodomésticos da residência e da vizinhança.

Abaixo, algumas orientações que a Elektro reforça com os seus clientes:

· Na tentativa de furtar, pessoas podem sofrer acidentes graves, que muitas vezes podem ser fatais;

· Estes atos ilegais estão previstos no Código Penal, por isso, quem os pratica pode ter o fornecimento de energia suspenso, pagar multa e até ser preso;

· Essa atitude sobrecarrega a rede elétrica, o que pode deixar muitas casas sem energia;

· Esse tipo de ligação clandestina pode causar danos à rede elétrica, queima de aparelhos eletroeletrônicos e até incêndios.

COMO DENUNCIAR

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Elektro mantem um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o 0800 701 0102 ou pelo site: www.elektro.com.br

Sobre a Elektro

Reconhecida por 10 vezes como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil, a Elektro tem atuação em 228 municípios, sendo 223 no Estado de São Paulo e cinco no Mato Grosso do Sul. Em uma área de concessão de 121 mil quilômetros quadrados, a concessionária atende 2,7 milhões de clientes (6 milhões de habitantes).

Fonte: Votuporanga Tudo

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Laudo confirma que álcool apreendido pela PF é falso

A Polícia Federal de São José do Rio Preto recebeu o laudo oficial de perícia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dezessete =