Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quarta-feira , 13 fevereiro 2019
Home / Educação / UNIFEV traz Luiz Felipe Pondé para Votuporanga

Powered by free wordpress themes

UNIFEV traz Luiz Felipe Pondé para Votuporanga

A UNIFEV recebeu, na última terça-feira (dia 12), no salão do Votuporanga Clube, o filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé. Na oportunidade, o palestrante abordou a geração milenium e os seus medos.

O evento foi uma nova oportunidade para aqueles que não puderam assistir à palestra do escritor no 9º Encontro de Educadores, promovido no ano passado, devido a imprevistos em sua vinda ao município. Além de constituir-se uma forma de recepcionar os novos alunos da Instituição.

Estiveram presentes na ocasião o Diretor-Presidente da Fundação Educacional de Votuporanga (FEV), Celso Penha Vasconcelos, acompanhado de membros da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da FEV; o Reitor da UNIFEV, Prof. Dr. Osvaldo Gastaldon; a Pró-Reitora Acadêmica da Instituição, Profa. Dra. Encarnação Manzano; o Gestor Administrativo, Prof. Me. Raynner Antonio Toschi da Silva; e o secretário municipal da Educação, Ederson Marcelo Batista.

Para Vasconcelos, a noite foi aguardada por todos, principalmente, em motivo da ausência anterior do palestrante, no fim de 2018, durante um evento educacional.

“Ficamos felizes em demonstrar o quanto nos esforçamos para que essa situação fosse superada. Convidamos todos os professores do Encontro de Educadores e reforçamos o nosso compromisso com cada um. Mas, também tivemos uma excelente oportunidade em ofertar esse momento especial para os colaboradores e novos alunos da UNIFEV”, afirmou.

De acordo com o Reitor, receber o filósofo no início do novo semestre é motivo de orgulho e realização. “Estávamos aguardando a vinda do Pondé com grande expectativa e ficamos felizes em compartilhar isso com todos aqueles que nos ajudam a escrever a história da Instituição. Foi uma noite muito especial para todos”.

Durante a sua palestra, Pondé ressaltou a importância de não criar uma obsessão pela felicidade, busca que pode causar o sentido inverso em nós. “Precisamos falar abertamente sobre o assunto para que isso não gere frustrações cada vez maiores, principalmente, em nossos jovens. É necessário acolher as expectativas e inseguranças e, acima de tudo, tentar compreender”.

Segundo Bruno Fiori, 22 anos, aluno do 1º período do curso de Medicina Veterinária, o início do semestre o surpreendeu. “Todas as minhas expectativas foram atendidas. Estou muito feliz com cada detalhe, desde infraestrutura até docentes. Hoje, foi mais um dia surpreendente”, finalizou.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Votuporanga realiza mutirão de combate ao Aedes Aegypti

A Secretaria Municipal da Saúde está realizando um mutirão em Votuporanga com os agentes de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =