Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sexta-feira , 20 março 2020
Home / Destaque / Polícia prende suspeitos durante operação contra pornografia infantil na região

Powered by free wordpress themes

Polícia prende suspeitos durante operação contra pornografia infantil na região

Região – A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (22) a terceira fase da operação “Luz na infância” contra a pornografia infantil em todo o país. Na região noroeste paulista oito pessoas foram presas em cidades como São José do Rio Preto, Votuporanga e Novo Horizonte, Andradina e Birigui (SP).

De acordo com a polícia, quatro pessoas foram presas em Rio Preto e outras duas na região. Em Rio Preto um joalheiro de 68 anos foi preso, assim como um motorista de 49 anos. A prisão deles é inafiançável porque além de armazenar, eles compartilhavam material com pornografia infantil.

Um servidor municipal do departamento de Saúde de 27 anos foi preso, mas pagou fiança de R$ 5 mil, assim como um técnico de informática de 59 anos, que pagou fiança de R$ 3 mil. Eles foram flagrados armazenando material.

Em Votuporanga, um estudante de 19 anos foi preso, mas pagou fiança de R$ 950 e vai responder em liberdade. Assim como um comerciante em Novo Horizonte, que pagou R$ 2 mil.

Em Andradina uma pessoa foi presa e também pagou fiança. Em Birigui, uma pessoa foi presa sem direito a fiança por ter compartilhado vídeos. A polícia também apreendeu computadores e celulares nas casas dos suspeitos.

A ação é coordenada pelo Ministério da Segurança Pública. Ao todo, foram cumpridos 69 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 18 estados. As prisões em flagrante ocorrem no momento em que policiais encontram materiais ilícitos.

Entre os crimes identificados pela polícia estão o armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil. As penas para os crimes variam de um a oito anos de prisão.

primeira fase da operação foi realizada em outubro de 2017 quando 112 pessoas foram presas e 157 mandados de busca e apreensão cumpridos. Em maio de 2018, a polícia deflagrou a segunda fase da “Luz na Infância”, prendeu 251 pessoas e cumpriu 579 mandados de busca e apreensão.

Além do trabalho feito pela Polícia Civil, a Polícia Federal também deflagrou uma operação semelhante nesta quinta-feira. A operação Atalaia apura crimes relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes pela internet.

São cumpridos 60 mandados de busca e apreensão em 12 estados e no DF. A PF apura também possíveis crimes como prática de violência sexual contra crianças e produção de material pornográfico. As penas pelos crimes podem chegar a 15 anos de prisão. (G1)

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Câmara Municipal toma medidas de controle ao avanço do Coronavírus

A Câmara Municipal de Votuporanga informa que restringirá, a partir desta segunda-feira (16/3), as suas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − nove =