Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sexta-feira , 20 março 2020
Home / Cidades / Cremesp vai abrir sindicância para apurar corte na cabeça de recém-nascida durante parto

Powered by free wordpress themes

Cremesp vai abrir sindicância para apurar corte na cabeça de recém-nascida durante parto

O Cremesp explica que, se durante a fase de sindicância, for constatada “infração ética”, haverá a instauração de um processo ético-profissional.

A sindicância leva até cinco anos para ser concluída e tramita em sigilo processual, garantido por lei, de acordo com o conselho.

Segundo o conselho, a sindicância é uma etapa preliminar para averiguação dos fatos denunciados, coleta de provas, manifestação escrita e, se necessário, audiência com os envolvidos.

Se culpado, o profissional poderá receber desde uma advertência, suspensão do exercício profissional por até 30 dias, até cassação do exercício profissional.

A família de Araçatuba registrou um boletim de ocorrência depois de a filha recém-nascida levar 25 pontos ao ter a cabeça cortada durante o parto na Santa Casa. A família registrou um B.O. por lesão corporal dizendo que o ferimento foi causado por bisturi.

Em nota, a Santa Casa informou que o bebê nasceu de parto cesárea e foi necessário o auxílio de um fórceps e que, durante o procedimento, ocorreu corte acidental no couro cabeludo da bebê.

O caso aconteceu em 27 de agosto, mas somente na sexta-feira (19) foi apresentado à polícia. Quando a criança foi retirada, o pai reparou que havia um corte no lado direito da cabeça da filha.

De acordo com a Santa Casa, “a bebê estava em posição que impediu a retirada por procedimento manual”. Segundo o hospital, uma tomografia constatou ser uma lesão superficial sem trauma ou comprometimento do cérebro. Após o ferimento, a menina permaneceu alguns dias internada na UTI e já está em casa.

(G1)

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

João Doria é recebido por deputado Carlão Pignatari na Assembleia Legislativa

O governador João Doria esteve na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − catorze =