Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

segunda-feira , 10 setembro 2018
Home / Cidades / Defesa Civil considera alto o número de queimadas registradas em Fernandópolis

Powered by free wordpress themes

Defesa Civil considera alto o número de queimadas registradas em Fernandópolis

Fernandópolis – De 1° de maio até o momento, Fernandópolis teve cerca de 100 ocorrências de queimadas causadas na área urbana do município. Para a Defesa Civil esta quantidade de ocorrências é alta e precisa ser reduzida.

Das 100 ocorrências, 90 foram sanadas pelo Corpo de Bombeiros, outras 10 por ações de brigadistas, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Defesa Civil e caminhões de empresas privadas. “Este número de queimadas pode ser ainda maior, já que algumas delas não são registradas”, explicou Edmar de Oliveira, coordenador da Defesa Civil municipal.

Estima-se que, na verdade, tenham ocorrido cerca de 150 casos ao longo destes dias de estiagem, sendo 10% deles causados de forma acidental e os outros 90% por ações de homens. “Precisamos da conscientização dos moradores para reduzir essas queimadas, já que elas causam desequilíbrio ecológico, poluição ambiental e fazem mal à saúde”, destacou Edmar.

Uma das piores ocorrências registradas no atual período de estiagem em Fernandópolis ocorreu na zona rural, ao lado da linha férrea. O fogo, provocado por ação humana, atingiu mais de 20 alqueires, queimando pastagens e uma área de preservação. Bombeiros, brigadistas e caminhões de usinas foram acionados para o combate ao incêndio.

Como medidas preventivas, a Prefeitura de Fernandópolis, por meio da Defesa Civil, realiza palestras de conscientização em empresas, Tiro de Guerra, escolas e outros grupos para que a população colabore evitando causar as queimadas.

DICAS PARA EVITAR QUEIMADAS

– Não lançar pontas de cigarro pela janela do veículo quando trafegar por rodovias;

– Capinar terrenos sem uso do fogo;

-Não jogar lixo pelas ruas e terrenos. As latas de metal, os cacos e garrafas de vidro podem se aquecer ao sol e acabar dando origem às queimadas;

– Não soltar balões, pois além de ser perigoso é crime, conforme a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9605/98);

Nos casos em que não seja possível evitar o surgimento do fogo, um combate especializado será necessário no local. Neste caso, aquele que presenciá-lo, deve acionar o Corpo de Bombeiros Militar pelo fone 193.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Pacaembu Construtora faz doação de R$ 100 mil para o Hospital de Amor de Barretos

Barretos – A Pacaembu Construtora realizou na noite do último sábado (25), no centro da arena …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 7 =