Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

domingo , 22 julho 2018
Home / Destaque / Câmara aprova isenção de ingressos para torcedores até 12 anos na Arena “Plínio Marin”

Powered by free wordpress themes

Câmara aprova isenção de ingressos para torcedores até 12 anos na Arena “Plínio Marin”

Votuporanga – Os vereadores se reuniram na última sessão ordinária do primeiro semestre de 2018, nesta segunda-feira, quando “limparam” a gaveta, discutindo e votando nada menos do que 12 projetos de lei – de autoria do Executivo e Legislativo votuporanguense.

Entre as propostas discutidas, votadas e aprovadas pelos vereadores, está o projeto de lei nº 132/2018, que acrescenta um artigo da Lei Orgânica do Município, isentando do pagamento de ingressos os torcedores até 12 anos de idade, na Arena Municipal “Plínio Marin”.

O projeto de lei de autoria do presidente da Câmara Municipal de Votuporanga – vereador Osmair Ferrari isenta os torcedores de até 12 anos de pagar a entrada para jogos, treinos e amistosos do Clube Atlético Votuporanguense – CAV.

A proposta foi aprovada por unanimidade pelos vereadores e agora segue para ser sancionada pelo prefeito João Dado

Conforme o autor do projeto, o objetivo é isentar do pagamento de ingressos os menores de doze anos que vão acompanhar os treinamentos, jogos oficiais e amistosos do Clube Atlético Votuporanguense – CAV realizados na Arena Plínio Marin.

“Conforme se pode observar esse tipo de isenção já existe em outras cidades, como a Lei nº 11.256, de 06 de outubro de 1992 do Município de São Paulo, de autoria do Vereador Gabriel Ortega, onde tal isenção é garantida nos jogos realizados no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu”

Osmair ressalta ainda que atualmente esses menores não pagam ingressos, mas, são contabilizados como público pagante pela diretoria do Clube Atlético Votuporanguense, o que acaba gerando custos a este perante a Federação Paulista de Futebol (FPF), havendo necessidade de regulamentar através de uma lei municipal a referida isenção.

Válido ressaltar que a referida legislação paulistana foi objeto de Ação Direta de Inconstitucionalidade junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, ao qual, foi julgada improcedente e mesmo após Recurso Extraordinário junto ao Supremo Tribunal Federal, o referido Acórdão foi mantido, transitando em julgado

“Assim, entendemos que o Projeto de Lei, objetiva que haja regulamentação dessa isenção concedida aos menores da faixa etária, o que inclusive criará o hábito e o interesse dos mesmos pelas competições desportivas realizadas no Município, difundindo a importância do esporte às futuras gerações”, destacou Osmair.

 

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Vereador Daniel David apresenta indicações para área de infraestrutura à Prefeitura

Votuporanga – Durante a primeira sessão ordinária do segundo semestre da Câmara Municipal de Votuporanga, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =