Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sábado , 21 março 2020
Home / Destaque / ‘Desde 1942, o remédio contra a crise se chama São Paulo’ – Boleiragem, com Léo Caporalini

Powered by free wordpress themes

‘Desde 1942, o remédio contra a crise se chama São Paulo’ – Boleiragem, com Léo Caporalini

Em 1942, o então Palestra Itália precisou mudar de nome, por conta da pressão política da guerra. Nascia ali o Palmeiras, que jogou com o São Paulo sua primeira partida, pela decisão do campeonato paulista. Não vou me aprofundar muito nesse assunto, por tanto vou resumir: O São Paulo levou um sacode, não voltou para o segundo tempo e a frase “morre líder, nasce campeão” estreava, em alusão à troca de nome da “Societá Sportiva Palestra Itália”, para “Sociedade Esportiva Palmeiras”.

Para os historiadores de plantão que já sabem sobre o assunto, devem saber que a “arrancada heróica” foi no Pacaembú, e não no Parque Antártica, mas eu achei legal relembrar esse momento, pois a partir dali, nasceu essa que é a rivalidade conhecida como “choque-rei”, entre o maior campeão do Brasil, Palmeiras, e o maior campeão internacional do Brasil, São Paulo.
76 anos depois, mais uma vez esses dois grandes rivais se enfrentaram, dessa vez pelo Campeonato Brasileiro. E como foi em 1942, deu Palmeiras, e de novo com uma volta por cima. Depois de sair perdendo (com direito a uma falha bisonha de Edu Dracena/Jailson), o Verdão foi para o vestiário ao final da primeira etapa vaiado pela torcida. Parte dela pedia raça, parte dela pedia a saída de Roger Machado, e uma pequena parte pedia a raça italiana do antigo Palestra, atual Palmeiras.

O Alviverde voltou para o segundo tempo de uma maneira irreconhecível, e com um futebol bonito de se ver. William e Dudu foram guerreiros como aqueles do século passado. Era como se estivessem precisando da vitória para mostrar algo. Mostraram. 3 a 1 com sabor de goleada e a freguesia continua no Allianz, depois de 7 vitórias em 7 jogos.
Se no Morumbi o Palmeiras está há anos sem ganhar, no Allianz Parque o São Paulo está por toda a eternidade sem jogar.
Desde 1942, se esta em crise, tem um certo time no Morumbi que pode ajudar.

Osmar Loss ainda não se encontra no Corinthians

Até onde vai a paciência da torcida? Olha, pelo o que eu observo, vai até o início dos jogos. Os corintianos estavam acostumados com o bom momento de Fábio Carille, que em uma expressão popular, mostrava seu trabalho: “Retirava leite de pedra”. O Corinthians nunca foi um time com ótimos jogadores, mas quando eles se juntavam, sempre se encaixavam. A parceira deu certo em 2017 e vinha dando certo em 2018, se não fosse pelo dinheiro dos sauditas.
Com base na última tentativa bem sucedida, o Timão decidiu apostar no “auxiliar do auxiliar” e apesar do pouco tempo, mostra que a chance de dar certo é pequena. Na minha opinião, acho que é cedo para julgar o começo de trabalho do técnico, mas essa é a minha opinião. Diretoria e torcida demonstram que não concordam muito com ela, e não dão muito apoio para o comandante.
Na partida de domingo, Flamengo e Corinthians se enfrentaram no Maracanã para decidir a liderança do Brasileirão. Bem montado por Maurício Barbieri, o Flamengo se mostrou superior desde o início e levou os 3 pontos depois de um chute de Felipe Vizeu, após a batida de Lucas Paquetá e o rebote de Walter. Com o resultado, o Flamengo se isola na liderança com 4 pontos de vantagem para o vice-líder Cruzeiro. Já o Corinthians, com a derrota cai várias posições, e termina a rodada na oitava colocação com 14 pontos.
Em resumo, resta dar tempo ao tempo. Apenas ele pode decretar os insucessos ou os títulos.

Rodrygo em: A Copa de 2022 já começou

17 anos e já mostra o monstro que vai se tornar. O “menino da vila”, Rodrygo, mais uma vez fez a diferença para o Peixe, na partida de domingo, entre Santos e Vitória. Na goleada santista por 5 a 2, o garoto marcou um “Hat-Trick”, que é quando um jogador marca três gols em uma partida.
Bem, como eu já destaquei no início desse texto, a Copa do Mundo de 2022 já começou para o menino. Ele vem sendo o melhor jogador de linha santista a bastante tempo, e com esse futebol, vai ser firmando como um jogador que sem dúvidas, vai dar muitas alegrias para a Seleção Brasileira.
Eu já estou cravando: Além de não ficar muito tempo jogando em solo brasileiro (vai para a Europa em pouco tempo), Rodrygo vai para a Copa de 2022 como um dos astros do Brasil.

 

LEONARDO CAPORALINI – BOLEIRAGEM

Bem, a partir de agora aqui na Gazeta de Votuporanga, começa a coluna “Boleiragem”, que vai falar dos mais importantes assuntos do futebol no mundo, desde a nossa Votuporanguense até aos maiores clubes Europeus. (Minúsculos perto do CAV). Então, sob o comando de Leonardo Caporalini (no caso eu, o Léo) começa o Boleiragem, a irreverente informação do futebol pelo mundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

APOIO – CAPORALINI MODAS – RUA CEARÁ 3467, VOTUPORANGA – (17) 99118-9914

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Inscrições abertas para o Vestibular de Medicina 2020 da Unifev

O Vestibular de Medicina da UNIFEV, para ingresso na Instituição no 2º semestre de 2020, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =