Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quinta-feira , 19 março 2020
Home / Destaque / Febre Amarela – Secretaria Municipal de Saúde continua mobilização contra a doença

Powered by free wordpress themes

Febre Amarela – Secretaria Municipal de Saúde continua mobilização contra a doença

Votuporanga – As equipes de Vigilância da Secretaria Municipal da Saúde estão atuando firmemente em ações de bloqueio e prevenção à febre amarela com moradores da Zona Sul de Votuporanga. Isso porque foram encontrados quatro macacos mortos neste mês de novembro naquela região da cidade.

Um deles foi encontrado no último domingo (19/11) na Cecap II e encaminhado para análise. A Secretaria de Saúde pede o apoio da população para que não mate ou maltrate primatas, que não são os responsáveis pela transmissão da doença. “Ainda não conhecemos as causas que levaram à morte desses macacos, porém sabemos que os primatas não são transmissores do vírus da febre amarela, e eles se comportam na natureza como auxiliares e indicadores de que a doença está no ambiente. Se um macaco aparece doente ou morto, apresentam-se aí possíveis indícios de que os humanos também estão expostos, mas esses animais não são transmissores da febre amarela”.

Além disso, a matança dos primatas gera um desequilíbrio ecológico e agrava a situação da febre amarela. Maltratar, apreender ou perseguir animais silvestres configura crime ambiental (Lei Federal de Crimes contra o Meio Ambiente Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998).

Caso o morador encontre algum macaco aparentemente adoentado, morto, ou já em estado de decomposição, não manter qualquer tipo de contato com o animal, e ligar imediatamente para a Vigilância Ambiental – 0800 770 9786.

 

Ações 

A unidade de saúde “Dr. Oswaldo da Cruz Oliveira Junior” intensificou a vacinação dos moradores do bairro Cecap II, na região Sul de Votuporanga, que ainda não foram vacinados contra a doença neste ano. Além disso, uma segunda equipe de profissionais de saúde reforça a ação com a busca ativa com a função de garantir a vacinação da população dos arredores.

As ações em cerca de 200 metros no entorno do caso estão sendo empenhadas pelos agentes de saúde e de endemias, com o bloqueio e retirada de criadouros do Aedes Aegypti, transmissor da febre amarela; orientações sobre a doença e a nebulização.

 

Casos Recentes

A Secretaria Municipal de Sáude iniciou no feriado da Proclamação da República (15/11), uma mobilização emergencial contra a febre amarela na zona sul da cidade após o registro da morte de três macacos no bairro Santos Dumont e os outros dois no Cidade Nova, neste mês de novembro. Todos os casos seguem sob a análise do Instituto Adolfo Lutz – IAL em São José do Rio Preto.

 

Prevenção

As pessoas devem ficar atentas e se vacinarem contra a febre amarela. As unidades de saúde oferecem as doses gratuitamente. Procure um posto mais perto da sua residência. Além disso, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor. Recipientes como caixas dágua, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas, e se tornarão mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Outras medidas de prevenção são o uso de repelente de insetos e mosquiteiros.

Quem ainda não tomou a vacina contra a febre amarela pode procurar pela unidade de saúde mais próxima, das 7h às 17h.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Fundo Social divulga Feirinha de Adoção Permanente pelo site da Prefeitura

Todos os dias, diversos animais são abandonados nas ruas, e buscando encontrar um lar para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =