Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

domingo , 22 março 2020
Home / Esporte / Hoje na 2ª divisão de Portugal, ex-CAV conta por que não ficou no Flamengo

Powered by free wordpress themes

Hoje na 2ª divisão de Portugal, ex-CAV conta por que não ficou no Flamengo

Portugal – Um dos destaques no Brasileiro Sub-20 de 2015 e também da A2 2016, quando atuou pelo Clube Atlético Votuporanguense, Willyan Rocha teve uma passagem de apenas uma temporada pelo Flamengo. Mesmo agradando, o zagueiro não permaneceu na Gávea e depois rodou por alguns clubes do Brasil antes de ir para a  2ª Divisão de Portugal.

Natural do Espírito Santo, o garoto conciliou no começo de carreira os treinos nas categorias de base da Desportiva Ferroviária com o trabalho em um caminhão. “Meu pai era caminhoneiro e sempre o ajudava. Eu quase parei uma época de jogar porque não recebia salário por não ser profissional. Queria ter dinheiro para dar uma força em casa”, disse, ao ESPN.com.br.

Mesmo assim, ele não desistiu por causa do apoio da família. No começo de 2015, após um torneio de base no Espírito Santo, o jogador foi emprestado aos juniores do Flamengo. “Fiquei muito feliz de vestir essa camisa, é o sonho de um jogador estar em um grande clube. Foi um prazer enorme. Fiz muitos amigos e até hoje falo com o Zé Ricardo, que é um excelente treinador e me deu muitas chances por lá”, agradeceu.

O defensor atuou com jogadores como Vizeu, Paquetá, Matheus Sávio, Thiago, Ronaldo, Léo Duarte e Jorge.

“Venci o Carioca Sub-20 e foram os momentos mais felizes da minha vida. Ser campeão pelo Flamengo foi um prazer enorme. Fiz um excelente Brasileirão Sub-20 e mesmo não tendo chegado às finais fui eleito um dos melhores zagueiros do torneio”, recordou.

Para a tristeza de Willyan, os clubes não entraram em acordo no final de 2015. “Foi oferecido um valor que a Desportiva não aceitou e o Flamengo não poderia dar mais pelo fato de eu ser do Sub-20”, analisou. Para 2018, segundo o empresário Marcos Ribeiro, o Mário Tito, o atleta já recebeu várias propostas.

 

Segunda divisão de Portugal

 

Ele acertou com o Cova da Piedade, que briga pelo acesso para a elite portuguesa. “Temos uma equipe muito boa e experiente. Estou muito feliz e se Deus quiser vou deixar minha história por aqui. Quero mostrar meu trabalho”, bradou.

Mesmo com a mudança de país, o zagueiro demonstra confiança. “O estilo de jogo e o fuso horário são bem diferentes, mas eu não tive problemas. Sabia que tinha que me adaptar mais rapidamente possível. Em uma semana estava tranquilo e jogando. Amadureci bastante com 22 anos e quero evoluir ainda mais”, relatou.

Com o desempenho, o brasileiro pode em breve mudar de time. “Tem grandes equipes procurando meu empresário Marcos Ribeiro e estou bem feliz com isso. Isso me deixa ainda mais feliz e procuro dar o melhor. Quero ficar focado e trabalhando. Jamais deixarei isso subir na cabeça e afetar meu desempenho”, garantiu.

Com isso, Willyan espera fazer uma boa temporada na Segunda Liga. “Quero continuar bem em Portugal e conseguir alcançar objetivos maiores na mina vida. Sonho em jogar em um time de primeira divisão e quem sabe chegar à seleção brasileira. Quero ajudar minha família também. Meus pais ficaram muito felizes por eu conseguir ser jogador profissional”, finalizou.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Adversário do CAV na estreia da A2, Juventus vence o São Paulo em jogo-treino

Na manhã desta quarta-feira (15/01), o Juventus, adversário do CAV na estreia da Série A2, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =