Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quarta-feira , 18 março 2020
Home / Destaque / Meidão diz que vinda do Bom Prato não depende de votação de projeto por deputados

Powered by free wordpress themes

Meidão diz que vinda do Bom Prato não depende de votação de projeto por deputados

Votuporanga – O vereador Mehde Meidão, que há um bom tempo luta pela instalação do Bom Prato em Votuporanga, disse nessa quinta-feira (22) ao site Gazeta de Votuporanga que a vinda restaurante, projeto do Governo do Estado que oferece à população de baixa renda, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível, não depende da aprovação de projetos de lei de deputados para se tornar realidade, mas da decisão e boa vontade do governador Geraldo Alckmin e da Secretaria de Desenvolvimento Social de São Paulo. Meidão informou também que tem a parceria com o deputado Carlão Pignatari para viabilizar o benefício para o município.
Mehde Meidão, inclusive, irá participar de uma reunião no escritório deputado estadual na próxima segunda-feira (26), acompanhado pelo presidente da Câmara, Osmair Ferrari, pelo vereador Ali Hassan Wansa e pelo chefe de gabinete do Legislativo, Luciano Bazi, para tratar do assunto e também questões sobre o atendimento do IAMSPE.
Meidão informou que o Bom Prato é um programa do Governo de SP e que a escolha de qual município recebe o restaurante não passa por votação na Câmara dos Deputados, portanto, não precisa de projeto de lei parlamentar. Por conta disso, o vereador há anos vem tentando, por meio de indicações, esforços políticos solicitações e viagens, receber a liberação do Bom Prato e tem obtido respostas da secretaria competente sobre o pedido.
Em 1º de março de 2017, apresentou a indicação de número 311, que foi encaminhada e entregue ao secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro. Meidão também recebeu resposta, assinada pelo chefe de gabinete da secretaria, Mendy Tal, que informou que encaminhou o pedido à Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional, quanto à solicitação solicitada.
Em abril, a diretora do Bom Prato, Themis Alvares Kleiber, encaminhou ao secretário municipal de Assistência Social, Sergio Adriano Pereira, o Serginho da Farmácia, uma resposta ao pleito de Meidão, informando que “a instalação do restaurante é pautada por estudos técnicos que levam em conta critérios sociais e econômicos, sempre voltados em atender a população de maior vulnerabilidade social.” Ela informou ainda que a solicitação do vereador foi devidamente registrada e está no sistema de análise e avaliação.
Sobre o Bom Prato
O programa de segurança alimentar do Governo do Estado de São Paulo foi criado em dezembro de 2.000 com objetivo de oferecer, à população de baixa renda, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível.
No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente mais de 84 mil refeições. O programa conta com 52 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00.
A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época). O subsídio governamental é de R$ 4,19 para adultos e de R$ 5,19 para crianças com até 6 anos, que têm a refeição gratuita.
Já o café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes.
Desde a inauguração do programa Bom Prato, foram servidas 178.401.446 refeições e investidos R$ 476.166.767,16 entre custeio das refeições, implantação e revitalização das unidades (dados atualizados em 05/2017).

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

UNIFEV supera expectativa e apresenta crescimento de mais de 24% em ingressantes

Na contramão da crise, Instituição comemora resultados positivos neste início de ano e investe em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =