Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sábado , 21 março 2020
Home / Últimas Notícias / Violência – Rapaz confessa ter matado ex-mulher na região e se ‘justifica’ pelo Facebook

Powered by free wordpress themes

Violência – Rapaz confessa ter matado ex-mulher na região e se ‘justifica’ pelo Facebook

Avanhandava – Cinco dias após o assassinato da jovem Gabriela Rosa da Silva, de 22 anos, em Avanhandava (a 69 km de Araçatuba), uma situação desafia as autoridades e outra intriga a família da vítima. Acusado de esfaquear a ex-companheira e fugir com o filho deles, de 3 anos, o soldador Jhony Pereira Ramos, de 25 anos, começou a usar as redes sociais para se justificar. Enquanto isso, a criança, transferida para um abrigo em Tupã (a 124 km de Araçatuba), insistentemente, pergunta pela mãe.

A primeira postagem do soldador no Facebook foi feita ao meio-dia de sexta-feira (2), algumas horas após o crime. Ele disse na rede social que estava se sentindo triste e escreveu: “Que meu filho me perdoe um dia…”. O comentário teve centenas de respostas, a maioria de pessoas indignadas com o uso de rede social após o crime cometido.

‘MEDO’
Na domingo (4), ele tentou se defender. Em nova postagem, confessou o homicídio, entretanto, disse que “ficou com medo” de nunca mais reatar o relacionamento com a vítima ou de ser preso e “ela ficar livre aqui fora com outro”. “Tenho que cuidar do meu filho, pois é o mínimo que devo a ela. Que Deus me ajude a suportar tudo isso.”

Ele ainda afirmou que o “inimigo” – referindo-se ao diabo – o usou para matar a jovem “numa reação totalmente errada”, e que a vítima teria feito amizades erradas com pessoas que “fingiam” ser amigas dela. Ainda no domingo, postou em tom de despedida. “Pessoal, vou nessa. Daqui a 20 anos estou de volta.”

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do jovem, o que foi acatado pela Justiça. Familiares da vítima estão sendo ouvidos e ajudam na investigação. (FOLHA DA REGIÃO)

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Projeto de Meidão quer proibir inaugurações de obras incompletas pelo Poder Público

Mehde Meidão Slaiman Kanso, presidente do Legislativo Municipal, é autor do projeto de lei número …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + dezesseis =