Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sexta-feira , 20 março 2020
Home / Polícia / Caso Emanuella – Mãe admite em depoimento que matou a própria filha

Powered by free wordpress themes

Caso Emanuella – Mãe admite em depoimento que matou a própria filha

Rio Preto – A mãe da pequena Emanuella, Aline de Souza Silva, de 19 anos, admitiu em depoimento à polícia que foi ela a autora das agressões que levaram a menina à morte. O depoimento foi prestado à delegada Dálice Aparecida Céron, na cadeia de Nhandeara, onde a mãe está presa temporariamente.

Emanuella tinha um ano e o laudo pericial apontou que ela foi vítima agressões físicas e abuso sexual. Ela morreu na noite de sexta-feira, 3, durante atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Toninho, para onde foi levada pela mãe após passar mal.

A equipe médica denunciou o caso à policia por suspeitar que a criança tivesse sofrido violência, já que apresentava hematomas pelo corpo.

A mãe de Emanuella foi presa na noite de terça-feira, 7, por negligência e, também, por não colaborar com a investigação do caso.
Um primo segundo da criança, que morava na mesma casa, também foi preso temporariamente na semana passada. Segundo a delegada da mulher Dálice Aparecida Céron, na sexta-feira, 10, ela pediu a revogação da prisão do primo.
A delegada Dalice Aparecida Ceron, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Rio Preto, afirma que a prisão do primo foi uma medida cautelar, porque havia risco de ele fugir da cidade.
Ainda segundo a delegada, a mãe da criança justificou que tem problemas mentais e por isso agrediu a filha. (Marco Antônio dos Santos – Diário da Região)

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

Força Tática da PM detém dupla com tijolo de maconha na avenida Pansani

Policiais militares de Votuporanga prenderam dois traficantes – um de 16 e outro de 18 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 7 =