Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

quinta-feira , 19 março 2020
Home / Política / Beleza quer que inscritos para doação de medula óssea tenham isenção da taxa em concursos

Powered by free wordpress themes

Beleza quer que inscritos para doação de medula óssea tenham isenção da taxa em concursos

Votuporanga – O vereador Rodrigo Beleza indicou à mesa diretora da Câmara municipal, para que seja oficiado o Poder Executivo sobre o anteprojeto de autoria dele que visa incentivar o cadastro de doadores de medula óssea no município.
O texto trata sobre a isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos realizados pela Administração Direta e Indireta, aos candidatos que comprovarem serem doadores de medula óssea e tenham cadastro no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). Após estudos, o texto deve ser enviado para avaliação dos demais vereadores.
Em sua justificativa, Beleza explica que é crescente a demanda por transplantes de medula óssea por parte de pacientes portadores de doenças hematológicas, malignas ou benignas, hereditárias ou adquiridas que afetam as células do sangue. A oferta também está muito aquém das necessidades, fato que tem provocado perdas de vida, que poderiam ser evitadas se o País dispusesse de um grande número de doadores.
“Esta proposição objetiva oferecer uma alternativa de estímulo para ampliar o cadastro e a captação de doadores de medula óssea. Sabemos que a quantidade de pessoas que realizam concursos é crescente, ou seja, trata-se, sem dúvida, de uma oportunidade relevante de estimular, pela isenção da taxa de inscrição, os que realizam concursos a se tornarem doadores de medula óssea”.
Por outro lado essa medida, segundo Beleza, também pode ter um impacto significativo para a redução do déficit de doadores que são cadastrados no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea – REDOME que foi criado em 1993, em São Paulo, para reunir informações de pessoas dispostas a doar medula óssea para quem precisa de transplante e desde 1998, é coordenado pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Rio de Janeiro.
“Nesse contexto, entendemos ser pertinente que o Poder Executivo possa estudar a proposta mencionada, haja vista que tais pessoas que se dispõe a realizar tal ato de doação, merecem algum tipo de incentivo por parte do Poder Público Municipal”.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

“É uma vergonha o que estão fazendo com o IAMSPE”, dispara vereador Meidão

Da Assessoria Durante a 26ª sessão ordinária realizada nesta quarta-feira, de cinzas, os vereadores estiveram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =