Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sábado , 21 março 2020
Home / Cidades / Exame confirma que macaco morreu por febre amarela em Américo de Campos

Powered by free wordpress themes

Exame confirma que macaco morreu por febre amarela em Américo de Campos

Américo de Campos –  A região noroeste paulista registrou nesta segunda-feira (13) mais uma morte de macaco por causa da febre amarela. O exame feito em um macaco encontrado morto em Américo de Campos (SP) deu positivo para a doença. O animal foi achado morto no dia 24 de janeiro na região rural da cidade, onde cerca de 40 pessoas moram. A Secretaria de Saúde disse que já foram feitas todas as ações necessárias no local, como bloqueio com pulverização e vacinação dos moradores.

Nesta segunda-feira, a equipe da Sucen de Votuporanga (SP) voltou ao local e fez buscas, mas nenhum outro macaco morto foi encontrado. A partir desta segunda, a sala de vacinação do posto de saúde de Américo de Campos está funcionando até às 19h.

Macaco em escola
Já em São José do Rio Preto (SP), a Vigilância Epidemiológica informou nesta segunda-feira (13) que encontrou na última sexta-feira (10) um macaco muito doente no pátio da Escola Estadual Cardeal Leme, na região central de Rio Preto.

O bicho foi recolhido pela Polícia Ambiental, mas morreu. O local já passou por nebulização no sábado (11) e nesta terça-feira (14) uma equipe da saúde vai para a escola vacinar os alunos. A população ao redor também será vacinada. O Instituto Adolfo Lutz vai avaliar se a causa da morte foi febre amarela. Em Rio Preto, dois macacos morreram por causa da doença nos últimos meses.

Casos em Catanduva
Um macaco morto também foi encontrado na sexta-feira (10) em Catanduva (SP). Segundo a Secretaria de Saúde, 10 macacos foram encontrados mortos na cidade nos últimos meses.

Neste último caso, o corpo do animal foi localizado nas imediações do bairro Pedro Nechar e recolhido ao Centro de Controle de Zoonoses. Exames irão apontar se o animal estava ou não com febre amarela. Por causa da morte, a secretaria tomou medidas preventivas direcionadas à população que vive nessa região da cidade.

A equipe de combate ao Aedes aegypti fez atividade de bloqueio, que consiste na eliminação de possíveis criadouros em imóveis das proximidades, além de nebulização no bairro. Agentes também estão vacinando as pessoas contra a doença.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

‘Prainha’ de Valentim Gentil está aberta para visitação

O Parque Ecoturístico de Valentim Gentil, a conhecida ‘prainha’ recebe por ano milhares de turistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 7 =