Powered by free wordpress themes

Powered by share market tutorial

sexta-feira , 20 março 2020
Home / Cidades / Dívida de Fernandópolis soma mais de R$52 milhões

Powered by free wordpress themes

Dívida de Fernandópolis soma mais de R$52 milhões

 

Fernandópolis = O prefeito de Fernandópolis, André Pessuto, e seu secretariado reuniram-se na manhã desta quinta-feira, 09, com os vereadores em seu gabinete na Prefeitura e depois seguiram para uma coletiva de imprensa, às 10h, para apresentar um balanço financeiro da administração municipal. Os resultados foram apurados com relação a 31 de dezembro de 2016 e demonstram uma dívida geral de R$52.520.659,87, segundo dados extraídos do sistema de contabilidade e que estão disponíveis ao Tribunal de Contas e no Portal da Transparência.

O prefeito de Fernandópolis, André Pessuto, e seu secretariado reuniram-se na manhã desta quinta-feira, 09, com os vereadores em seu gabinete na Prefeitura e depois seguiram para uma coletiva de imprensa, às 10h, para apresentar um balanço financeiro da administração municipal. Os resultados foram apurados com relação a 31 de dezembro de 2016 e demonstram uma dívida geral de R$52.520.659,87, segundo dados extraídos do sistema de contabilidade e que estão disponíveis ao Tribunal de Contas e no Portal da Transparência.

Os dados foram apresentados na coletiva pelo prefeito André Pessuto, o vice Gustavo Pinato, o secretário da Fazenda, Sebastião Carlos Besteti e o consultor Gaspar da Costa, da empresa MetaPública, que presta serviços há mais de 10 anos a Fernandópolis. Pessuto iniciou a coletiva destacando que a reunião não era um ato político de agressão às administrações passadas, mas uma ação de esclarecimento a toda população da atual situação do município. “Acredito que todos os gestores que passaram por aqui tiveram boa fé e deixo a Prefeitura de portas abertas porque desejo contar com o apoio de todos os ex-prefeitos”, disse.

O chefe do Executivo explicou que só não decretou estado de calamidade financeira para não prejudicar ainda mais o município. “Com este decreto, cai o potencial da cidade, que fica também com dificuldades para comprar, entre outros problemas. Acredito na equipe que tenho e vamos fazer o possível para mudar a situação financeira da cidade”.

Sobre Gazeta Votuporanga

Além disso, verifique

João Doria é recebido por deputado Carlão Pignatari na Assembleia Legislativa

O governador João Doria esteve na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =